Wagner Schadeck: um “Achado”

Perfil Wagner SchadeckWAGNER Schadeck (WS) é dessas pessoas raras hoje em dia. Professor, editor, tradutor e poeta, Schadeck nasceu em Curitiba, onde vive. Colabora com os jornais literários “Cândido”, “Rascunho” e a “Revista Brasileira” (ABL).

Como tradutor, publicou a Ode sobre a Melancolia, de John Keats, pela Revista Poesia Sempre: 19, Número 37, Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional, em 2013. Como editor, organizou a reedição de A peregrinação de Childe Harold, de Lord Byron, pela Editora Anticítera, em 2015. Sua editora é um exemplo de resgate da grande e boa poesia do mundo, tão esquecida pelo curriculum de nossas escolas e pelo nivelamento ‘por baixo’ de muitos multiplicadores culturais no país. Wagner, ao contrário, puxa p’ra cima: Byron, Baudelaire, Keats ao lado de Gonçalves Dias e B. Lopes e, quem sabe, nós fãs de Tasso da Silveira ainda o vejamos em edição que respeite o grande poeta Curitibano e católico – que ainda não teve o que Anticítera pode prover ao leitor exigente.

O talento de Schadeck não lhe furtou a humildade. Participa ativamente de nosso grupo Literatura Goyaz, além de cuidar de outros tantos grupos dedicados à difusão da boa poesia e da página de sua Editora – a Anticítera – conheça Católogo.

O ensaio que me chamou a atenção para publicar este perfil do amigo-confrade Wagner está no link abaixo. O título deste post-resumo e apresentação do múltiplo confrade resume tudo – Wagner Schadeck é, no mundo cultural, um verdadeiro achado: eis um agente da Cultura, um escritor e uma pessoa para se ler, reler, com quem aprender e seguir caminhos a seu (dele) lado.

Como no ensaio brilhante de hoje – O rosto de Beatriz, por W. Schadeck – um “Achado” em mãos do poeta alemão J.W. Goethe [em um de seus poemas circunstanciais] pode muito esclarecer, também o valor de “achar” o Wagner, fruir sua criação, dar atenção a sua “obra-em-progresso” como um bom sinal do tempo não dominado por ideologias vãs. Fixo-me, sobretudo, em seu esforço de busca da erudição que bem ouro pode valer ao poeta em busca de um caminho de expressão na floresta de signos, que se sinta mais seguro no cipoal desse “conjunto de símbolos” (Eric Voegelin) que é o mundo cultural, às vezes deturpado por “verdades” ideológicas passageiras.

WagnerSchadeck_ilust.EnsaioGoethe
“Na antiguidade, tal como o vinho, a Poesia era um presente dos deuses. O vinho trazia o esquecimento; a Poesia, a memória.” (W.S.)

 
3 POEMAS de Wagner Schadeck


DÍVIDA

O Tempo, terrível credor,
virá bater à nossa porta;
austero, deve nos propor
o saldo de uma conta morta.

Somam-se idades, à medida
que os anos devem diminuir.
Somos inquilinos em vida,
e a nossa casa há de ruir.


PENÉLOPE
(À memória de minha avó)

Não há retorno. Já faz muitos anos.
Mesmo assim inda aguardas. Tanto fias
premendo a vista em pontos venezianos
que já trocas as noites pelos dias.

Ele não voltará. Nas manhãs frias,
desfia insônias pregadas nos panos.
Dele ficaram gestos e manias
que a todos sobressaem desenganos.

E um sorriso em teu rosto se abre em rugas
como veludo, enquanto ao sol alugas
a memória. Mas já derrete a neve

de teu cabelo. As Horas põem defeito
em tua costura, agulhas em teu peito.
O tempo é dor. A vida passa breve.

 


APARTAMENTO

Um homem sonha na parede.
Fechou-se. E sem lançar recado,
Habita o nada. O emparedado
Não guarda fome, frio, sede.

Emudeceu contra o barulho
Do mundo. Não sorri, não chora.
Despreza tudo, tudo ignora.
Medra em si mesmo a flor do orgulho.

Esconderá medo? Tampouco
Importam-lhe agravo, ruína,
Recosto de mendigo, urina
De cães, meditação de louco…

Para que se sondar sem termo?
Em si guardado, o que procura?
Nesse edifício de amargura
Seu espírito aguarda no ermo.

De quem trará lembrança vaga
na sua memória enquanto dorme?
O sol que lhe projeta a enorme
sombra à frente também a apaga.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s